sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

A SÍNDROME DE CAIM


"Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros. Não como Caim, que era do maligno, e matou a seu irmão. E por que causa o matou? Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas [...] Qualquer que odeia a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele. Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos".
1 João 3. 11,12,15 e 16.


Parece que isso não é verdade. Mas não podemos nos esconder dessa realidade: somo todos irmãos e recebemos de Deus a responsabilidade de cuidarmos e preservarmos uns aos outros.

Infelizmente há uma doença entre nós que parece aumentar a cada dia. Ela se chama a SÍNDROME DE CAIM. Os sintomas dessa doença é fácil de detectar: amargura contra o próximo avançando para um quadro de ódio homicida contra o irmão. 

Essa doença também nos impede de cumprir a responsabilidade do cuidado mútuo deixado pela Criador causando relacionamentos rompidos. Se os sintomas persistirem e nós neglicenciarmos o tratamento necessário essa síndrome pode nos levar a morte!

Cada um de nós podemos fazer um autoexame: se percebermos que há alguma amargura contra alguém, que não estamos falando direito com alguém, que não estamos olhando direito para o rosto de alguém, que existe alguém cuja presença eu evito e que há alguém que eu tenho aborrecido, então estamos acometidos da Síndrome de Caim, sendo necessário urgentemente buscamos o médio Jesus Cristo para nos tratar e curar desse mal que pode ser mortal.

Não seja mais uma vítima da Síndrome de Caim.

Busque o tratamento certo.

Medite nisso.

Deus abençoe.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário