segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

TRANSLAÇÃO DE 2013



Foi no CELC que na época ainda se chamava Jardim Escola Branca de Neve onde eu aprendi sobre os movimentos da Terra. Não lembro bem a série, se foi na segunda, na quarta ou na sexta que a professora nos ensinou que o nosso planeta tinha dois movimentos, um em que ela gira em torno de si mesma, levando um dia inteiro para isso e outro em que ela gira em torno do sol, precisando de um ano para completar esse ciclo. Hoje está terminando a Translação de 2012 e logo mais vai começar a Translação de 2013. Translação é o nome do movimento que a Terra dá em torno do sol. Dentro de uma Translação várias coisas acontecem: pessoas se casam e outras se divorciam, pessoas vão embora e outra vão chegando, várias coisas são construídas enquanto muitas outras são destruídas, vencemos e perdemos, somos exaltados e também humilhados, trabalhamos duro e também brincamos muito, é assim. Mas, cada Translação é formada pela junção de muitas rotações. Rotação é o nome do movimento que a Terra faz em torno de si mesma e vai do alvorecer até o crepúsculo. É o nosso dia-a-dia, são as nossas pequeninas viagens diárias que vão formando a nossa longa viagem de um ano que culminará em 31 de dezembro de 2013, quando mais uma vez estaremos vendo os rojões e fogos e prontos para mais uma jornada. Nessa Translação de 2013 que se iniciará com a Rotação de 1º de Janeiro, eu desejo que na vida de cada um de nós, "desde o nascimento do sol até ao ocaso, seja louvado o nome do Senhor" (Salmos 113.3).

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

EU NÃO SEI



Outro dia eu voltava do trabalho com um grupo de colegas e nós começamos a conversar e projetar como seria o próximo ano. Pensávamos nas possíveis dificuldades com suas possíveis soluções, falávamos das possíveis portas abertas e das possíveis janelas fechadas. Então de súbito eu pensei e comentei: "Deus deve está ouvindo nossa conversa agora e sorrindo de cada um de nós". No mesmo instante, até a gente começou a sorrir de nós mesmos. Continuamos o nosso caminho com outras conversas, mas o assunto anterior não saia da minha cabeça. Fiquei imaginando Deus nos olhando e nos dizendo: "Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito" (Jeremias 29.11a). Quando 2013 estiver terminando, vamos olhar para trás e perceber que Deus fez diferente de tudo aquilo que a gente imaginou, tecendo o tapete de nossas vidas e pintando o quadro de nossa existência de um jeito único e insondável que não parecerá nem de longe com aquilo que projetamos. Diante disso e do ano que está chegando, acho que nos resta parar e dizer para Deus: "Eis-me aqui, envia-me" (Isaías 6.8b). 

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

A ESTRELA DO NATAL



Eu gosto de ficar olhando para as estrelas. É muito bom ver no meio de toda a escuridão do céu noturno aquela bonita luz que brilha dando uma beleza de sentido à imensa negridão. Há mais de dois mil anos, lá para os lados de Belém brilhou uma estrela. Eu não estou falando da estrela que brilhou no céu de Belém e que guiou os magos do oriente, mas estou falando da estrela que brilhou na terra de Belém e "que ilumina a todo o homem que vem ao mundo" (João 1.9b). Deus Pai enviou Deus Filho ao mundo. Deus Filho "se fez carne e habitou entre nós" (João 1.14). E "o povo, que estava assentado em trevas, viu uma grande luz;E, aos que estavam assentados na região e sombra da morte, a luz raiou" (Mateus 4.16). O povo da América, da Europa, da África, da Ásia, da Oceania e da Antártida viu uma grande luz, porque Deus estava conosco, morando com a humanidade. Então é NATAL!  

domingo, 23 de dezembro de 2012

JERUSALÉM, JERUSALÉM


Antes de ontem o Globo Repórter falou sobre Jerusalém. Mostrou cada lugar especial por onde Jesus passou. Mostrou o Muro das Lamentações que foi o que sobrou do Templo onde Jesus ensinou bastante; mostrou o Monte das Oliveiras onde Jesus dormiu e orou bastante junto com os discípulos; mostrou o Monte das Bem-aventuranças onde Jesus pronunciou um de seus mais belos sermões; mostrou o Mar da Galileia, que na verdade é um lago, onde Jesus andou por sobre as águas; mostrou o Rio Jordão onde Jesus foi batizado.

Foi muito emocionante! O repórter falou que até quem não era religioso se emocionaria ao estar em lugares onde o próprio Jesus esteve.

Eu sempre quis ir a Jerusalém. Minha esposa viu o jeito empolgado como eu assistia a reportagem que disse que queria ter dinheiro só para me proporcionar o prazer dessa viagem à Terra Santa. Creio que um dia nós iremos lá.

O que me faz ter tanta vontade de ir a Jerusalém é aquela vontade de estar onde Jesus esteve, mesmo que lá eu não o encontre, visivelmente falando. Mas eu tenho uma promessa. Na verdade todo o cristão tem essa promessa. Ela diz o seguinte: “Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver também eles estejam comigo” (João 17.24a). Jesus pediu a Deus Pai em sua oração para que os seus discípulos estivessem onde ele estiver junto com ele. E sabe onde Jesus vai estar? Preste bem atenção: “E eu, João; vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu” (Apocalipse 21.2a) e ainda tem mais, “E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão. E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome” (Apocalipse 22.3 e 4). É isso mesmo, haverá outra Jerusalém, ainda mais bela que a que existe atualmente e lá, Jesus vai estar visivelmente e vai morar eternamente no meio de seus discípulos. Isso vai acontecer quando ele mudar a roupa, trocando a criação velha por novos céus e nova terra.

Quero visitar a Jerusalém atual. Só visitar, pois sei que lá eu só vou encontrar a lembrança de Jesus e logo logo quero voltar para a minha amada cidade de Carnaubais. Mas quando chegar o momento de Jesus inaugurar a nova Jerusalém eu quero me mudar de mala e cuia para lá, pois sei que nesse novo lugar eu não vou me encontrar com a lembrança dele, mas vou me encontrar pessoalmente com ele.

MARANATA!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

"FIM DO MUNDO" OU HORA DA MUDANÇA?


Depois de 12 anos eu ouvi de novo: o fim do mundo é este ano! A primeira vez foi em 2000, baseada em profecias de Nostradamus. Uma dúzia de anos depois ouço de novo a sentença, agora baseada no calendário dos maias.

Acordei e tudo estava normal, os pássaros cantavam mais uma vez e o sol estava lá, como diria meu avô alto no céu, brilhando como sempre. Passei o dia e tudo normal. Até entreguei resultado de aprovação e reprovação para meus alunos e ainda assim percebi que para os que ficaram ainda não foi o fim do mundo. Agora são 23:32 h. Sei que falta menos de meia hora, mas percebo tudo do mesmo jeito, o bom silêncio da noite, quase perfeito se não fosse a caixa da vizinha que está sangrando.

É. De tudo o que se diz e de tudo o que se houve eu prefiro acreditar no meu Senhor Jesus que respondeu para os seus apóstolos que também indagavam sobre o fim do mundo a seguinte coisa: “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai” (Mateus 24.36).

Mas todos esses falatórios e especulações sobre o fim pode servir para nos lembrar de que o dia de trocar de roupa está chegando. É isso mesmo. Quando você está com uma roupa velha você quer trocar por uma nova. Deus vai fazer do mesmo jeito. Calma, não estou dizendo que Deus tem roupa, mas preste atenção a este trecho da Bíblia: “E, Tu Senhor, no princípio fundaste a terra, e os céus são obra de tuas mãos. Eles perecerão, mas tu permanecerás; e todos eles como roupa envelhecerão, e como um manto os enrolarás, e serão mudados. Mas tu és o mesmo, e os teus anos não acabarão” (Hebreus 1.10 – 12).

O mundo é como uma roupa. O pecado é como a sujeira que obriga a lavar a roupa desgastando-a. Essa roupa que está agora está envelhecida. Então, Deus mudará por uma roupa nova, por “novos céus e nova terra, em que habita a justiça” (2 Pedro 3.13).

Por tanto, preparem-se para a mudança.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

O BOIADEIRO

Ê boi! Eram os gritos de Seu Antonio misturados com as primeiras luzes do amanhecer em mais um dia que nascia. Novamente o velho boiadeiro ia conduzindo sua boiada pelas estradas poeirentas, acompanhado do cantar dos pássaros e do cheiro da manhã e observando o quão diferentes eram seus animais uns dos outros apesar das aparências serem grandes. Tinha bois mais obedientes que lhe davam mais tranquilidade, tinham bois mais teimosos que lhe davam trabalho, tinham bois mais medrosos e bois mais afoitos.
E assim ele ia solitário conduzindo sua boiada. E entre os "bom dia" e os "tudo bom" que o boiadeiro proferia aos da beira do caminho ele passou por uma igrejinha que começou o seu ofício cedo, assim como ele, e de lá ouviu alguém que dizia as seguintes palavras:

"Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera-me a alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome" - Salmo 23. 2 e 3.

Seu Antonio passou da igrejinha, mas essas palavra não passaram nem sairam de sua cabeça e como numa espécie de iluminação ele compreendeu algo que não tinha compreendido em todos esses anos de caminhada e que mudou a sua forma de ver as coisas: ele entendeu que não era ele quem conduzia sua vida como conduzia sua boiada, mas antes, ele era conduzido como conduzidos eram seus animais por alguém maior e mais entendido do que ele.

Então, diante dessa compreensão, Seu Antonio tomou uma decisão: quando ele voltasse de tardezinha com seus bois, acompanhado do cantar dos pássaros para se aninharem e das sombras do anoitecer, ele iria até aquela igrejinha e iria se pôr de joelhos diante daquele que era o condutor de sua vida e de seus dias, se entregando ao seu "boiadeiro" e procurando se comportar como aqueles bois mais obedientes que lhe davam tranquilidade e alegria.

terça-feira, 3 de julho de 2012

O ESTILO DE VIDA DO REINO

"E se fizerdes o bem aos que vos fazem o bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo. [...] Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis Filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus".
Lucas 6.33 e 35

Existem dois reinos, o reino desta era e o reino de Deus. Existem dois estilos de vida, o estilo de vida do reino desta era e o estilo de vida do reino de Deus.
O estilo de vida do reino desta era é bem conhecido: fazer o bem somente a quem me faz o bem, amar somente a quem me ama, emprestar somente a quem eu sei que vou recer algo em troca, falar somente com quem fala comigo.

Mas o estilo de vida do reino de Deus é diferente: é fazer o bem também a quem me prejudica, é amar e orar também por quem não gosta de mim e emprestar também a quem eu não espero receber nada em troca.

O estilo de vida desta era é mais fácil de viver. Já o estilo de vida do reino de Deus é mais difícil de viver. Mas, esta era vai passar e com ele o seu estilo de vida, enquanto que o reino de Deus e seu estilo de vida permanecerá, desde já e se propagará pela eternidade.

"Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus".
Mateus 4.17   

sexta-feira, 1 de junho de 2012

IMANÊNCIA E CUIDADO


"Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias".
Salmos 23.6
Deus está

Paulo César Baruk


Na folha que cai,na flor que brota
Na onda que vai,no vento que sopra

Deus está,eu sei
Deus está
Deus esta,eu sei
Deus está

No homem que sente,as alegrias da vida
No pequeno que aprende,o que o mestre ensina

Deus está,eu sei
Deus está
Deus está,eu sei
Deus está

Em tudo vejo o Teu amor
Em tudo vejo Tuas mãos
E Te agradeço Ó Criador
Por que tudo que existe,só existe,
Por que Tu és Senhor.

Na mãe que consola a criança nos braços
Em cada estrela que brilha no espaço

Deus está,eu sei
Deus está
Deus esta,eu sei
Deus está

No pai que abraça o filho que volta
No escravizado que das algemas se solta

Deus está,eu sei
Deus está
Deus esta,eu sei
Deus está

Em tudo vejo o Teu amor
Em tudo vejo Tuas mãos
E Te agradeço Ó Criador
Por que tudo que existe só existe,
Por que Tu és Senhor
Por que Tu és amor.
(repete duas vezes:Por que Tu és Senhor.Por que Tu és amor)

Deus está,eu sei
Deus está
Deus esta,eu sei
Deus está



Esse belo cântico fala da imanência de Deus, a sua capacidade de está presente na sua Criação. Em coisas simples e cotidianas como "na mãe que consola a criança nos braços" e "no pai que abraça o filho que volta" podemos perceber como o Criador se envolve de forma amorosa e cuidadosa com tudo aquilo que Ele criou. Nesse período em que estamos acostumados a ver coisas horríveis como corrupção, crimes e desastres ambientais, este blog quer chamar a atenção para percebermos em coisas simples do dia-a-dia as belezas de Deus. 

terça-feira, 29 de maio de 2012

O VENTO NÃO PODE LEVAR


O Tempo


Oficina G3




O vento toca o meu rosto
me lembrando que o tempo vai com ele
levando em suas asas os meus dias,
desta vida passageira
minhas certezas, meus conceitos,
minhas virtudes, meus defeitos
nada pode detê-lo...
...o tempo se vai
mas algo sempre guardarei...
..o Teu amor, que um dia eu encontrei

os meus sonhos, o vento não pode levar
a esperança, encontrei no Teu olhar
os meus sonhos, a areia não vai enterrar
porque a vida recebi ao Te encontrar...

...nos Teus braços não importa o tempo
só existe o momento de sonhar
e o medo que está sempre à porta
quando estou com Você
Ele não pode entrar...

...o tempo se vai
mas algo sempre guardarei...
..o Teu amor, que um dia eu encontrei

os meus sonhos, o vento não pode levar
a esperança, encontrei no Teu olhar
os meus sonhos, a areia não vai enterrar
porque a vida recebi ao Te encontrar...

O tempo é uma bela canção. E mais bela ainda é a reflexão que ela nos traz. 
Comparado ao vento o tempo passa velozmente e sem ser interrompido ou contido, 
levando consigo as nossas vidas, certezas, conceitos, medos. O que é horrível de 
mais hoje, não será mais amanhã. Mas infelizmente o que é bom e belo demais hoje também não será mais amanhã. Pensar nessa condição horrorosa pode nos levar ao desânimo ou a irresponsabilidade. A menos que nós tenhamos esperança.
O cristianismo fala da ressurreição de Jesus e por causa da ressurreição dele cremos que também ressuscitaremos nele. E porque ele ressuscitou os nossos sonhos não serão levados pelo vento, nem enterrados com nosso corpo 
para a decomposição. Jesus nos trará de volta a vida, a vida nova, a vida que não 
se corrompe, a vida eterna, pois ele está fazendo novas todas as coisas corrompidas pelo pecado. Temos esperança.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

MENOS MEDO, MAIS ESPERANÇA


"Por isso estamos sempre de bom ânimo, sabendo que, enquanto estamos no corpo, vivemos ausentes do Senhor. (Porque andamos por fé, e não por vista). Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor".
2 Coríntios 5. 6 - 8

É amedrontador! Quando pensamos na morte percebemos suas ações horrendas: separação das pessoas que amamos, decomposição dos nossos corpos e incertezas do que encontraremos.

É consolador! Mas ao olharmos para a Bíblia, podemos encontrar bastante consolo e ânimo. As Escrituras ensinam que quando aqueles que são discípulos do Senhor partem daqui da Terra não ficarão desamparados no Além, mas serão acolhidos pelo Senhor e passarão a viver em um lugar chamado Lugar de Consolo ou Lugar de Descanso, onde descansarão das angústias e sofrimentos causados pelas doenças, frustrações, opressões, decepções, traições... que encontraram aqui na Terra.

A luz da Palavra de Deus, podemos encarar a morte com menos medo e com mais esperança.

Medite nisso.

Deus abençoe.

terça-feira, 3 de abril de 2012

VIGIAI

"Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo.
É como se um homem, partindo para fora da terra, deixasse a sua casa, e desse autoridade aos seus servos, e a cada um a sua obra, e mandasse ao porteiro que vigiasse.
Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã,
Para que, vindo de improviso, não vos ache dormindo.
E as coisas que vos digo, digo-as a todos: Vigiai".
Marcos 13.33 - 37.

Este mundo é como uma grande casa que tem como Senhor o seu Criador. Ele distribuiu a cada um dons, talentos e oportunidades e depois se "ausentou", visivelmente falando. Mas um dia ele voltará e é importante que quando ele retornar não nos encontre dormindo, mas servindo e dando os frutos que ele espera de nós. Não sabemos quando acontecerá este retorno, por isso fica-nos o aviso: VIGIAI.

Medite nisso.

Deus abençoe. 

sexta-feira, 30 de março de 2012

O JULGAMENTO DA FIGUEIRA

E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome.
E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos.
E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus discípulos ouviram isto.
E eles, passando pela manhã, viram que a figueira se tinha secado desde as raízes.
E Pedro, lembrando-se, disse-lhe: Mestre, eis que a figueira, que tu amaldiçoaste, se secou.
Marcos 11.12 - 14, 20 e 21.
Eu era uma figueira. Eu estava repleta de folhas e era normal que na época em que minhas folhas estivessem se renovando e me cobrindo viesse também os meus frutos, os deliciosos figos. Porém, eu era uma fraude, uma enganadora, uma hipócrita. Eu parecia uma árvore frutífera, mas eu não tinha frutos. Eu parecia útil, mas naquilo que me era mais exigido eu era inútil. Eu era, era, era e na verdade nada era. Tinha aparência, mas não tinha essência. Então, me veio o juízo. O Criador do universo, Aquele que a tudo criou e a tudo julga e julgará me julgou, julgou a minha hipocrisia e eu fui sentenciada. Sequei, nunca mais darei os frutos que era para eu ter dado e não dava e nunca mais terei as folhas que me faziam ter aparência. Se eu não tinha essência, até a aparência eu perdi, pois o juízo que ninguém escapará veio sobre mim.

Medite nisso.

Deus abençoe.  

quarta-feira, 14 de março de 2012

CORRUPTÍVEIS E PERECÍVEIS

 


"Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados. Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas".
1 Pedro 2. 24 e 25

"Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo".
Hebreus 9.14


Ah! Como somos bons e inteligentes. Quantas coisas boas já inventamos e fizemos que ajudaram muita gente. Quantas boas ações que melhoraram o dia ou a vida de alguém. Mas nunca se esqueça de quem você é: corruptível e perecível.

Corruptível é a qualidade de quem se corrompe e perecível é a qualidade de quem perece.

Por melhores que sejamos e por mais coisas boas que praticamos, mas sempre existirá alguma coisa que nos corrompa, podendo ser dinheiro, sexo, poder, fama, bens ou outra coisa qualquer. As vezes a corrupção se dá na mente sem entrar no mundo da prática, mas ainda assim é corrupção. As vezes até deixamos de praticá-la, mas ainda assim nos corrompemos.

Além disso ainda existe o perecer. Por mais robustos, saudáveis, de auto-estima elevada, idealistas ou otimistas que sejamos, ainda assim adoecemos e envelhecemos até chegar o dia de nossa morte, o dia em que ficaremos imóveis e insensíveis a tudo, esperando quem nos conduza a um buraco no chão para apodrecermos e nos decompor até sobrar apenas o pó.

Corruptíveis e perecíveis somos nós. Diante desse quadro um tanto quanto sombrio, podemos ainda alegar alguma justiça e bondade da nossa parte ou esbanjar alguma grandeza?

Que faremos então?

Medite nisso.

Deus te abençoe.

quinta-feira, 8 de março de 2012

CONSIDERAI OS CORVOS

"E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes. Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves"?
Lucas 12.22 - 24.


Alguns corvos que comem sementes difíceis de se quebrar costumam atirar as semente nas ruas de uma metrópole qualquer e deixar que os carros quebrem-nas.

Será que somos nós mesmos que cuidamos de nossas vidas ou será que até nisso somos apenas cooperadores de Deus?

Considerai os corvos e meditai nisso.

Deus abençoe.

quinta-feira, 1 de março de 2012

SAPIENTÍSSIMO

"Ele fez a terra com o seu poder; ele estabeleceu o mundo com a sua sabedoria, e com a sua inteligência estendeu os céus".
Jeremias 10.12

Poder, sabedoria e inteligência são características de Deus. Nós podemos observar isso na sua criação (a terra, o mundo e os céus). Podemos observar isso também em nós mesmos, pois temos inteligência e sabedoria que nos são doadas pelo Criador. A cada dia, o Senhor manifesta sua sabedoria a todos os povos por meio de tudo o que Ele criou.

Será que não seria sábio de nossa parte adorarmos todos os dia Aquele que é sapientíssimo e entregarmos o nosso caminho Àquele que tem todo poder?

Medite nisso.

Deus abençoe.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

QUE PÕE ORDEM NO UNIVERSO



"Procurai o que faz o Sete-estrelo e o Órion e torna a sombra da noite em manhã, e faz escurecer o dia como a noite, que chama as águas do mar, e as derrama sobre a terra; o SENHOR é o seu nome".
Amós 5.8

Será que Aquele que tem o controle dos céus não poderia governar as nossas vidas?


"Ou poderás tu ajuntar as delícias do Sete-estrelo ou soltar os cordéis do Órion? Ou produzir as constelações a seu tempo, e guiar a Ursa com seus filhos? Sabes tu as ordenanças dos céus, ou podes estabelecer o domínio deles sobre a terra? Ou podes levantar a tua voz até às nuvens, para que a abundância das águas te cubra? Ou mandarás aos raios para que saiam, e te digam: Eis-nos aqui"?
Jó 38.31

Será que não deveríamos entregar nosso caminho confiantemente Neste que põe em ordem o universo?

Medite nisso.

Deus abençoe.



segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

CONHECEM A SUA VOZ


"E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos".
João 10. 4 e 5

Certo dia, li uma história que me marcou e me trouxe uma lição de vida muito grande. Quero nesse momento compartilhá-la com vocês.

Certo alguém estava viajando pelo Oriente Médio. Um dia, quando ele estava perto de um lago percebeu de repente que três pastores se aproximavam com seus rebanhos. As ovelhas ansiosas para matarem a sede se misturaram de modo que ninguém sabia discernir uma ovelha da outra. O observador então pensou: como esses pastores farão para separar suas ovelhas? Para sua surpresa, quando os animais terminaram de beber, cada um dos pastores começaram a clamar: Venham! E por incrível que possa parecer, cada uma delas seguiram o seu próprio dono sem se confundir, pois cada uma delas conheciam a voz do seu pastor.

Então, o viajante lembrou-se da palavra de Jesus de que as suas ovelhas conheciam a sua voz e por isso, nunca seguiriam um estranho.

E você e eu? Conhecemos a voz do nosso Mestre? Ou confundimos a sua voz com a de qualquer outro?

Medite nisso.

Deus abençoe.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

A CADA NOVO DIA


"No meio dela [da cidade] está o Senhor que é justo e jamais comete injustiça, e a cada novo dia ele não falha, mas o injusto não se envergonha de sua injustiça".

Sofonias 3.5

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

TUA PALAVRA ME VIVIFICOU


"Isto é a minha consolação na minha aflição, porque a tua palavra me vivificou".
Salmo 119.50


Eu estava envolvido em raiva e amargura. Achava que estava certo e que tinha toda a razão. Estava mergulhado em desconfiança e desejo de vingança. O passado me atormentava e eu me angustiava e o desânimo tentava me afogar. 
Quase não deu para perceber. Quase que eu nem notei, que por trás desse clima caótico em meu interior estava ele, o sedutor, o tentador, o diabo.

O Senhor em sua misericórdia me fez enxergá-lo e perceber a sua atuação, a sua obra destrutiva. Então eu me lembrei do que fez o Senhor Jesus, que ao ser tentado usou a espada da Palavra de Deus e o venceu. 

Assim, eu decidi seguir este exemplo e me debrucei, busquei na Palavra, meditei nas Escrituras e recobrei o ânimo. Lembrei que sou amado por Deus. Lembrei que Deus cuida de mim. Lembrei que Deus me cercou de pessoas que me amam. Experimentei o acolhedor abrigo de Deus e então me refiz. E então recordei que sou feliz em Jesus e que a vida tem todo valor.

Agora escrevo isto como testemunho, a fim de que lhe sirva de auxílio e um bom conselho para procurar na Palavra de Deus, abrigo e força na adversidade.

Medite nisso!

Deus abençoe.  

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

TEMPOS E TEMPOS


O tempo é um elemento interessante, nós não o vemos, mas percebemos os seus efeitos. O tempo não pára, sempre se move para frente e não há como voltar, retroceder. Todos nós estamos dentro dele e não há como fugir dos seus efeitos.


Existem diferentes modos de entender o tempo. Existe o Tempo da Natureza, o Tempo Cronológico, o Tempo Histórico e o Tempo de Deus.


O Tempo da Natureza é aquele que não depende da vontade humana, mas passa naturalmente com os fenômenos naturais e pode ser percebido, por exemplo, pelas estações do ano.

Já o Tempo Cronológico é aquele que é medido e contado, seja pelas diversas formas de medições do tempo, como por exemplo, segundo, minuto, dia, mês, ano, ou pelos diversos instrumento para medir a passagem do tempo, como a ampulheta, o relógio, o calendário.

Enquanto isso, o Tempo Histórico é aquele que pode ser percebido pelas permanências e mudanças que acontecem na sociedade.

O Tempo de Deus é o menos percebido por nós, mas é o mais importante, pois corresponde ao período em que Deus trata conosco, abençoando, aplicando justiça, ensinando, preparando, fortalecendo, a fim de nos preparar e cumprir um propósito em nossas vidas. Esse Tempo não é medido nem contado e nem podemos perceber pelos fenômenos naturais, pois corresponde a soberania de Deus. Nós podemos na verdade, contribuir com seus efeitos, se formos confiantes e obedientes a Deus, ou atrapalhar, se formos incrédulos e desobedientes.

Por tanto, vamos ficar atentos a cada um desses tempos, principalmente com o Tempo de Deus, pois cada um deles são muito importantes para as nossas vidas.

Medite nisso.

Deus abençoe. 

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

O QUE O SENHOR LHE CONFIOU?


"E, partindo eles, começou Jesus a dizer às turbas, a respeito de João: Que fostes ver no deserto? uma cana agitada pelo vento? Sim, que fostes ver? um homem ricamente vestido? Os que trajam ricamente estão nas casas dos reis. Mas, então que fostes ver? um profeta? Sim, vos digo eu, e muito mais do que profeta; Porque é este de quem está escrito: Eis que diante da tua face envio o meu anjo, Que preparará diante de ti o teu caminho. Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João o Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele".
Mateus 11.7 - 11.


É comum em nossa época vermos pessoas nos ensinando ou nos estimulando a ser grandes, famosos. Muitos usam até exemplos bíblicos para provar o seu discurso, escolhendo personagens como José do Egito, Moisés, Daniel e até Jesus Cristo.

Mas será que não existe um outro ângulo, uma outra perspectiva, uma outra visão das coisas? O que dizer de personagens como João Batista, o pregador que tinha como palco de atuação o deserto ou as margens do rio Jordão? O que dizer daquele que tinha como roupas não ternos ou uniformes, mas vestes de pelos de camelo e cinto de couro? O que dizer de quem se alimentava de gafanhotos e mel silvestre? 

A conclusão de tudo isso é que existiram pessoas que chegaram a altos patamares, mas também existiram pessoas que permaneceram em patamares mais baixos, mas ambos os grupos serviram a Deus e cumpriram o propósito que o Senhor lhes confiou. Sendo assim, não importa se eu estou em um alto patamar ou em um baixo patamar, o que na verdade importa é que eu sirva a Deus onde eu estiver, cumprindo aquilo que Ele me confiou.

Onde você está hoje? O que o Senhor lhe confiou? Medite nisso.

Deus abençoe.